Vale sugere ferrovia conjunta de mineradoras na Austrália

23/11/2011 11:14

Empresa quer reduzir custos em conjunto para acelerar desenvolvimento de projetos de carvão na Bacia Galilee


Elisabeth Behrmann, da

Divulgação/Vale

Mina da Vale

A Vale deve gastar US$ 8 bilhões no desenvolvimento do projeto Degulla na mesma região, com capacidade para 30 milhões de toneladas anuais

Sidney - A Vale SA, maior exportadora mundial de minério de ferro, disse que as mineradoras interessadas em investir US$ 32 bilhões em projetos de carvão na Bacia Galilee, na Austrália, deveriam construir uma ferrovia em conjunto para reduzir custos e acelerar o desenvolvimento.

“Certamente, antes do final do próximo ano, precisamos estar alinhados com uma solução ferroviária”, disse Jason Economidis, diretor de projetos da Vale Austrália, em entrevista hoje em Brisbane. “Se não chegarmos a uma solução para porto e ferrovia, fica muito difícil desenvolver a mina.”

Gina Rinehart, pessoa mais rica da Austrália, e o bilionário Clive Palmer estão entre os interessados em desenvolver minas de carvão na Bacia Galilee para atender à demanda asiática pelo material. A Vale deve gastar US$ 8 bilhões no desenvolvimento do projeto Degulla na região, com capacidade para 30 milhões de toneladas anuais.

“Se todos os envolvidos construírem sua própria ferrovia, custaria mais de US$ 4 bilhões cada”, disse Economidis durante uma apresentação. “Baseado nas margens baixas associadas com o carvão térmico, corredores ferroviários individuais têm pouca possibilidade de serem viáveis”, segundo a apresentação dele.

A Hancock Prospecting Pty., da Rinehart, está desenvolvendo um projeto de US$ 10 bilhões com a GVK Power & Infrastructure Ltd., da Índia, que deve ter sua primeira produção de carvão em 2015. Palmer está planejando o projeto China First, de US$ 8,1 bilhões. A Adani Enterprises Ltd., maior importadora de carvão da Índia, deve gastar US$ 6,5 bilhões na mina Carmichael.

Demanda por carvão

Rinehart e Palmer propõem individualmente construir perto de 500 quilômetros de ferrovias para transportar o carvão até o proto de Abbot Point. Adani também está explorando suas próprias opções ferroviárias, disse ontem Jignesh Derasari, presidente da divisão de mineração da companhia na Austrália.

Empresas australianas planejam investimentos de cerca de 430 bilhões de dólares australianos (US$ 421 bilhões) em novos projetos para atender a demanda da China, maior consumidor do produto exportado pelo país. Os preços do carvão térmico devem subir nos próximos dois anos, sustentados pela demanda na Ásia, disse o Credit Suisse Group AG em relatório em 4 de outubro.

A Vale está investindo US$ 24 bilhões globalmente este ano em reservas naturais, incluindo o desenvolvimento de minas de carvão na Colômbia e Moçambique. A Vale quer ampliar a produção de carvão para 40 milhões de toneladas até 2016, para fazer do material a terceira fonte de receita depois do minério de ferro e dos fertilizantes.

 

Últimas Notícias

Natura confirma negociação para compra da Avon via troca de ações

22/05/2019 17:13
Empresa ponderou que não há como garantir que vai concluir de fato a transação Avon: Natura confirmou a informações de que está negociando a compra da rival norte-americana (Brendan McDermid/Reuters) São Paulo – A Natura confirmou nesta quarta-feira informações da imprensa de que...

Bolsa sobe com negociação EUA-China e reforma da Previdência

09/01/2019 11:41
Às 10:04, o Ibovespa subia 0,13 por cento, a 92.148,68 pontos Por Reuters Bovespa: bolsa sobe (Paulo Whitaker/Reuters) São Paulo – A bolsa paulista começava a quarta-feira com o Ibovespa em alta, alinhada ao tom positivo no exterior, em meio a expectativas de que Estados...

J&F discute repactuar leniência e pode confessar insider trading

22/01/2018 18:51
J&F discute repactuar leniência e pode confessar insider trading Leniência do grupo, fechada no final de maio do ano passado, prevê o pagamento de uma multa recorde no valor de 10,3 bilhões de reais durante 25 anos. J&F: acordo de leniência ficou em xeque após os irmãos...

Caixa mais que dobra lucro no 3º tri, para R$ 2,17 bi, diz BC

30/11/2017 16:31
Caixa mais que dobra lucro no 3º tri, para R$ 2,17 bi, diz BC As despesas da Caixa com pessoal somaram R$ 5,59 bi entre julho e setembro, número praticamente em linha com o mesmo período do ano passado Por Aluisio Alves, da Reuters Caixa: a soma das receitas com tarifas e...

Excesso de liquidez pressiona grandes bancos brasileiros

30/11/2017 15:57
Os maiores bancos do Brasil têm tantos ativos de alta liquidez que estão tentando se livrar deles. Por Cristiane Lucchesi e Felipe Marques, da Bloomberg Pessoas passam por agência do Banco do Brasil, no Rio de Janeiro (Pilar Olivares/Reuters) Os maiores Bancos do...

Dívida de irmãos Batista dispara com negócio familiar

05/07/2017 18:26
Dívida de irmãos Batista dispara com negócio familiar Os irmãos que estão no epicentro do mais recente escândalo de corrupção do Brasil compraram as participações de suas três irmãs na J&F Investimentos Por Gerson Freitas Jr., Cristiane Lucchesi e Felipe Marques, da...

Gávea Investimentos negocia venda de fatia na Azul, dizem fontes

08/12/2016 10:57
Segundo fontes, a Gávea quer vender sua participação na Azul e os atuais acionistas devem comprar a fatia Por Fabiola Moura e Jessica Brice, da Bloomberg     Azul: participação da Gávea na empresa foi avaliada em R$ 212,5 milhões (Getty Images) A gestora de ativos brasileira Gávea...

Gol tem queda de 6,7% na oferta doméstica.

12/08/2016 10:57
  São Paulo - A Gol registrou queda de 6,7% na oferta doméstica em julho em comparação com o mesmo mês de 2015. A companhia justificou em comunicado que o dado "seguiu a tendência de adequação". Houve retração também no acumulado do ano até julho, de 6,4% comparativamente a...

Kroton aumenta oferta pela Estácio e se aproxima de fusão

02/07/2016 16:18
Ricardo Moraes/Reuters Estácio: se concretizado, o negócio com a Kroton é avaliado em R$ 5,5 bilhões Cátia Luz, do Estadão Conteúdo Fernanda Guimarães, do Estadão Conteúdo Gabriela Melo e Márcio Rodrigues, do Estadão Conteúdo São Paulo - Líder do ensino superior privado do...

Caixa precisará de injeção de até R$ 25 bi, dizem fontes

06/06/2016 23:40
Andrevruas/Wikimedia Commons Agência da Caixa: banco necessita de uma injeção de capital de até R$ 25 bilhões (US$ 7 bilhões), ou cerca de 2 por cento da arrecadação federal em 2015, segundo um analista Cristiane Lucchesi e Francisco Marcelino, da Bloomberg Em seu primeiro mês...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>